Mais Tráfego – Comunidade Independente de Webmasters

Numa iniciativa que partiu por parte do utilizador raugusto, do Mais Tráfego, senti-me na obrigação de divulgar esta grande comunidade que já data quatro anos e que sempre ajudou os que lá chegaram. Com toda a sinceridade, se não fosse o Mais Tráfego eu não teria chegado onde cheguei hoje em termos de visitas em certos websites e consequentes ganhos.

maistrafego

Ao irem ao forum, vão-se deparar com um cenário muito web2.0. O administrador exit criou um template exclusivo para a comunidade e recentemente instalou umas modificações que permitem vender, leiloar e comprar produtos de uma forma muito dinâmica e rápida. Isto em conjunto com uma grande quantidade de utilizadores dispostos a investir, potencializa imensa a sua venda.

Pontos a favor ao participar numa comunidade deste género:

  • Ganho e partilha de conhecimentos gratuitamente;
  • Acesso a um mercado actualizado com imensas oportunidades;
  • Hipótese de troca de links com outros websites;
  • Local de apresentação para análise de um website que gera tráfego para o seu website;
  • Grande número de contactos que agrega, para futuros projectos, dúvidas e venda de publicidade;

Isto a uma distância de um registo. Do que está à espera para se registar? Podem encontrar-me lá com o nickname “DiguiVirus”.

Como mostrar imagens para os RSS Feeds aleatórias

Para dar uma imagem mais divertida e mais descontraída do seu website, esta é uma técnica excelente. Ao colocar este código na sua barra lateral, vai ser gerado um código que irá mostrar a sua imagem escolhida na barra lateral, com o link para as RSS Feeds. A base deste código é PHP e pode ser utilizado em qualquer parte do blog, seja no topo, conteúdo, fundo, desde que sejam editados os códigos do tema.

O código e o modo de aplicação

Deverá incluir o código seguinte onde achar que ficará melhor, dentro dos ficheiros de tema. Recomendo, para imagens de RSS Feeds, que seja utilizada a barra lateral.

<?php
$aleatorio=rand(1, 3);
if($aleatorio==1){
?>

<a href=”http://feeds.feedburner.com/oseufeed” alt=”Subscrever as Feeds RSS”><img src=”http://www.enderecodaimagem.com/imagem1.jpg” /></a>

<?php }
elseif($aleatorio==2){
?>

<a href=”http://feeds.feedburner.com/oseufeed” alt=”Subscrever as Feeds RSS”><img src=”http://www.enderecodaimagem.com/imagem2.jpg” /></a>

<?php }
elseif($aleatorio==3){
?>

<a href=”http://feeds.feedburner.com/oseufeed” alt=”Subscrever as Feeds RSS”><img src=”http://www.enderecodaimagem.com/imagem3.jpg” /></a>

<?php } ?>

Só precisa de editar a propriedade “src” das imagens, colocando o endereço correcto das imagens que pretende utilizar e a propriedadee “href” do link para indicar o caminho do seu feed.

Cuidados na utilização deste código

  • As imagens deverão ter todas a mesma largura e a mesma altura;
  • As imagens não deverão ser muito grandes em termos de tamanho, para evitar sobrecarregar a página e o tempo de abertura.

Para o máximo aproveitamento desta função e para elevar ao máximo o estilo do seu blog, sugiro que veja este pack de icons RSS para o seu website.

O que acha desta técnica? Acha que leva a imagem do seu website a um patamar superior?

Como ter um avatar personalizado – Guia passo a passo

Recebi uma questão, via o nosso formulário de contacto wordpress, do leitor Bruno Proença que me perguntou como ter um avatar personalizado (a imagem que aparece nos comentários na maioria dos blogs). Esse tipo de avatars denominam-se os Gravatars (Globally Recognized Gravatars). É uma ferramenta grátis e útil que nos ajuda a criar uma “marca” online através da associação de uma imagem a um nome. Desse modo, quando uma pessoa vir um determinado avatar num comentário poderá logo associar a uma pessoa/marca.

Como registo um gravatar?

Para se registar basta preencher este formulário com o seu e-mail.

Um e-mail é enviado para o endereço de e-mail indicado, onde basta confirmarem o seu registo. Preencha correctamente o formulário que lhe é apresentado.

Se tudo correr bem, irá aparecer uma página onde verá um link como mostrado em baixo (“Add one by clicking here“). Clique nesse link.

Escolha o local de onde quer enviar o seu avatar: do seu computador, de um local da internet ou da sua conta de WordPress.

Depois de enviar a suafoto irá aparecer um local onde poderá fazer o crop à sua imagem, ou seja, escolher a parte que mais lhe interessa da imagem. Quando seleccionar/fizer o crop carregue no botão “Crop and Finish”.

Depois irá aparecer uma página onde terá de avaliar a sua imagem (para maiores de 18, para maiores de 13, etc). Se é um avatar para todas as idades escolha a opção Rated G.

E já está! Ao comentar um blog e usar o e-mail que utilizou no registo do Gravatar, a sua imagem (que será associada ao comentário) irá aparecer. Caso tenha alguma dúvida, utilize o sistema de comentários ou formulário de contacto!

Google Analytics vs Awstats – Qual o vencedor?

Quem utiliza estas duas ferramentas para medir o tráfego nos seus websites nota grandes diferenças no número de visitantes. E isto porquê? Porque o Analytics e Awstats, têm formas diferentes de medir os visitantes (sendo muitas vezes os números dados pelo Awstats muito maiores), mas tudo tem uma explicação. Está tudo na base do funcionamento destes dois sistemas, que quando utilizados em simultaneo, dão uma ideia mais realista do tráfego.

Prós e contras do Google Analytics

Esta plataforma, criada pelo Google, tem um pequeno problema para webmasters iniciados: a confusão que pode ser a plataforma. Os gráficos gerados, o aspecto gráfico, fica tudo muito engraçado à primeira vista, mas quando abrimos a plataforma não temos logo acesso aos dados. Este é um contra que na minha opinião, faz com que não seja muito adepto deste programa. Por outro lado, este programa faz algo que o Awstats não faz, que é não contar os bots que visitam o site, porque estes não conseguem correr o código fornecido. Mas como os bots, alguns utilizadores não possuem o javascript activo, o que faz com que muitas visitas não sejam contabilizadas. O Analytics tem também outras características, que lhe dão pontos de vantagem, como o tempo de estadia no site, taxa de retorno, etc.

Prós e contras do Awstats

O que eu gosto muito nesta plataforma é a opção “Update Now” e o seu aspecto gráfico simples, que me dá acesso directo às estatísticas que necessito. Basta-me abrir a plataforma a partir do cpanel e confronto-me logo com aquilo que preciso de saber, ao contrário do que acontece com o Analytics. Mas um contra são as características que o Analytics tem e este não, algumas informações relevantes. Ao contrário do que acontece no Google Analytics, as visitas são todas contabilizadas, e isto inclui bots e spiders. Isto poderá criar uma ilusão das visitas no website. Uma excelente característica é o facto de não precisarmos de incluir qualquer código nas páginas.

Afinal, qual deles ganha?

Não há vencedor, nem perdedor. Ambas as plataformas têm as suas características, mais úteis/amigáveis para umas pessoas, menos úteis/amigáveis para outras. O que recomendo é uma utilização em simultâneo desta plataforma, para obtenção de melhores estatísticas. Pessoalmente, como já puderam reparar, prefiro o Awstats, mas cada pessoa tem os seus critérios de avaliação!

E o leitor? Qual a plataforma que prefere?

2 boas ferramentas para analisar um website

Neste post dou a conhecer duas boas ferramentas online, com o objectivo de avaliar e analisar um website, seja ele qual for. Um deles é bem mais completo do que o outro, mas focam-se ambos em objectivos diferentes. Usem e abusem destas ferramentas, porque podem ser muito uteis. Uma ferramenta calcula o valor de um site (muito ambíguo, existem varios critérios a ter em conta) e a outra analisa o nosso website em termos de SEO, optimização, etc.

Cubestat

Esta ferramenta calcula (sem grande precisão) o valor de um website. Calcula também (não me perguntem como) outros dados interessantes, como as vistas diárias e os ganhos diários em publicidade. Peço que não se baseiem nestes websites quando forem vender um, pois o valor dado por ser muito alto ou também muito baixo. Geralmente, para a venda de um site, são utilizados critérios baseados na quantidade de dinheiro feita mensalmente, mas isso será discutido mais tarde, aqui no blog. Fiquem no entanto com esta ferramenta, que podem aceder aqui.

Website Grader

Esta é uma excelente ferramenta e recomendo o seu uso. Avalia o nosso website em termos, especialmente, de SEO fornecendo-nos um relatório completo com os dados. Apenas precisam de inserir o vosso website e colocar o vosso e-mail para envio do relatório. Se seguirem as dicas que são dadas por eles, tenho quase a certeza que melhorarão o vosso website em termos de optimização para motores de busca. No final apresenta-vos a “pontuação” do website, numa escala de 0 a 100. Podem aceder à ferramenta aqui.

Em breve espero explorar ainda mais destes recursos que podem ser imensamente úteis. Por enquanto, ficam estas duas ferramentas!

Este site utiliza cookies para ajudar a disponibilizar os respetivos serviços, para personalizar anúncios e analisar o tráfego. As informações sobre a sua utilização deste site são partilhadas com a Google. Ao utilizar este site, concorda que o mesmo utilize cookies. OBTER MAIS INFORMAÇÕES | ENTENDI